Não ignorem os sinais divinos!!11

Março 19, 2010

“Isso é um sinal!”

meu desu é 1um sinal !!!

Quantas vezes você já ouviu alguém falar isso, ou até mesmo já falou você mesmo? . Quando dizemos isso estamos dizendo que algo exterior a nós está tentando nos dizer algo, um caminho a seguir, uma ação a tomar.

Pessoas religiosas interpretam esses sinais como algo de cunho divino, consciente, exterior; e pessoas nada religiosas, digamos assim, acham isso uma bobagem, coisa de místico, irrelevante, idiota.

Mas vamos analisar a coisa sob outra perspectiva. Quando dizemos que algo é um sinal, estamos dizendo que aquilo é uma resposta pra uma questão em específico que estava em nossa cabeça. Algo na natureza, ao nosso redor, lhe deu a resposta pra um problema que você já tínha, e não estava conseguindo resolver de forma consciente. Isto é, magicamente um acontecimento X, sem relação alguma com seu problema, lhe diz o que tem de ser feito daquele problema. Na realidade, a coisa não é tão simples assim. O sinal (que pode ser uma placa, a visão de um amigo de longa data, aquele música tocando na rádio, uma lagartixa morta, isto é, QUALQUER COISA) precisa de um elaborado processo de INTERPRETAÇÃO. O sinal só é sinal porque passou por uma cabeça emprenhada em resolver um problema.

Na maioria das vezes quando se tem um problema, analisamos a situação, pesamos os prós e contras de nossas ações e decidimos de forma consciente o que é melhor pra nós -bom, pelo menos seria assim em um mundo perfeito. Mas às vezes não conseguimos achar a resposta imediatamente, de forma racional, por uma série de fatores. Sua cabeça fica com aquela questão carimbada até que alguém ou alguma coisa consiga remover a dúvida e apontar um caminho. Aí que entram os SINAIS.

Você está vivendo um momento decisivo, que é preciso escolher uma direção na sua vida e, bem, não consegue chegar a conclusão alguma (Hey, that’s me!). Então começa a chover informações lhe dizendo que postura tomar, a maneira de agir, o que fazer. Na verdade você relaciona TUDO a sua volta com um problema que na verdade está na sua cabeça.

Meu deus um sinal de que devo seguir em frente com minhas decisões obgdo senhor!

“Ah, então isso é coisa de coisa de místico, irrelevante, idiota.”

Calma aí, não acabei caralho kkkk

Até agora o que concluímos foi: Você tem um problema em sua cabeça, então você procura pela resposta desse problema de forma consciente e não consegue, aí começa a ver sinais lhe indicando o que fazer.

Esses sinais você pode chamar de “conselhos divinos”. Eu prefiro chamar de “O SEU INCONSCIENTE JÁ SABE O QUE FAZER E ESTÁ TENTANDO LHE RESPONDER INTERPRETANDO AS COISAS A SUA VOLTA!” ufa~

Não é atoa que a maioria das pessoas prefere chamar de conselho divino. Poupa saliva.

Muitas vezes o meio a sua volta lhe dá dicas do que você mesmo já sabe, mas por algum motivo (medo, preguiça, etc), você não consegue acessar a resposta de forma consciente.

Já aconteceu de você estar freneticamente tentando resolver um problema, chega a não conseguir dormir de nervoso, tem dores de cabeça (oloko nunca cheguei a esse ponto) e quando você desiste e começa a pensar em outras coisas, TCHARAM, a resposta chega? Você fez uma pergunta racional, jogou para o inconsciente, ele processou e lhe deu a resposta. Às vezes num estalo repentino, às vezes por meio de sinais misteriosos.

Essa é a melhor forma de encará-los: Os sinais são emitidos por você mesmo. Preste atenção na coisas a sua volta, e poderá encontrar a resposta dentro de vocês mesmos (Dalai Lama feelings).

Você pode seguir ou não o que você mesmo está propondo. Afinal, seu inconsciente pode estar errado, no final das contas. Grande abraço!

EXTRAS

Final alternativo :

Você pode seguir ou não o que Deus está propondo. Afinal, Deus pode estar errado, no final das contas. Grande abraço!

PS: Esse blog é baseado única e exclusivamente nas experiências & conclusões de mundo(s) preciptadas de um cara aí = eu. Meu twitter pra idéias mais rasas ainda = @Bonfatti


RT @Jung – MINDFUCK!

Dezembro 17, 2009

Seguindo com a Operação Mindfuck, vou transcrever algo que entrou como uma broca do Jaspion (lembra?) em meus miólos. É uma passagem do livro “O Homem e seus símbolos” de Carl G. Jung, psiquiátra suiço que curtia gastar onda interpretando os sonhos dos outros. Essa passagem foi escrita por um de seus 12 apóstolos,  M. -L. von Franz.

Na passagem ele interpreta e chega a uma conclusão bacana a respeito do sonho de um homem que se devotara integralmente a libertar o seu país da ocupação estrangeira.

“O sonho (do homem em questão) indica que nos tempos atuais a verdadeira libertação só pode ter início com a transformação psicológica. Com que propósito vamos libertar a nossa pátria se, depois, não temos um alvo de vida significativo, nenhum objetivo pelo qual valha a pena ser-se livre? Se o homem não encontrar mais qualquer sentido em sua vida, não lhe faz a maior diferença dissipá-la sob um regime comunista ou capitalista. Só se ele puder usar sua liberdade para criar algo significativo é que vai valer a pena obter essa liberdade. É por isto que encontrar o sentido profundo da vida é mais importante para um indivíduo que tudo mais, e é por este motivo que o processo de individuação deve ser prioridade”

M. -L. von Franz

Se você é seguidor de algum ISMO, fica a dica: Não compre pacotes ideológicos fechados. O mundo não só é preto ou branco, bom ou mau, doce ou salgado, bicicleta ou carro, ateu ou cristão.

Mais ainda, o mundo não é só o que você vê, não é apenas EXTERNO. Apontamos o errado de fora, mas esquecemos de olhar para DENTRO. Como podemos mudar algo externo pra forma correta, se por dentro estamos também errados?  “Quem fala de Revolução sem revolucionar primeiro a si mesmo carrega na boca um cadáver.” (Timóteo Pinto)

Reflitam, ABS.


Dreamcast2, mensagem subliminar e o viral do século

Dezembro 12, 2009

Sabe aquela velha richa entre jogadores de vídeo-game? Sega vs. Nintendo?

Nova logo achada por acaso por usuário do 4chan

Pois um boato que circula pelos fórums gringos acaba de adicionar mais um tempeiro – E QUE TEMPEIRO! – nessa rivalidade. A Sega já estaria preparando a divulgação, ainda de forma velada, do seu novo lançamento: DREACAST 2! Dá-lhe Sonic!

É SÉRIO ISSO?

Usuários e moderadores do fórum 4chan, famoso na gringa e especializado em animes e games, divulgaram nessa semana a descoberta de um aparente bug (intencional?) no site oficial da Sega. A descoberta foi feita sem querer, quando um deles deu um Print na tela do site. Aparentemente, ao clicar em qualquer link, uma imagem com a logo do lançamento da Sega piscava de maneira tão rápida que era imperceptível a olho nú O.O’

Momento exato em que o banner aparece

MENSAGEM SUBLIMINAR? (SOS HELP)

Mensagem subliminar é a definição usada para o tipo de mensagem que não pode ser captada diretamente pelos sentidos humanos. Isso até a Wikipédia sabe, cara-pálida. A questã é: A quanto tempo a Sega vem implantando mensagens subliminares em nossas cabeças  sobre a vinda do Dreamcast2 e as pessoas não estão sabendo? Para uma análise inicial, o site da Sega sofreu um aumento de visitas de 235% nos últimos 2 anos, sem razão aparente. (informações do próprio site). Seria efeito de suas propagandas subliminares? Estariam as pessoas ansiando a chegada do novo console sem mesmo ter consciência disso? #Medo.

VIRAL ÉPICO – ESPIRAL NO CÉU DA NORUEGA

Alguma semelhança???

Também essa semana um fenômeno intrigante abalou o globo. Luzes misteriosas apareceram no céu da Noruega ( NoruEGA – sEGA, hãn, hãn). Ok, Noruega só é escrito assim no português, mas não pude perder a oportunidade.

De qualquer forma, o fenômeno foi apontado por alguns como “estranho fenômeno meteorológico”, “O.V.N.I” e coisas do tipo. Mas olhando bem a imagem (veja + imagens e vídeos) se vê claramente que o feixo de luz é projetado direto das montanhas. É tipo um Bat-Sinal, mas pra vender Vídeo-Game. WOW!

Essa suspeita foi levantada no mesmo fórum e recebeu respostas anônimas que confirmavam o fato, mas isso não quer dizer muita coisa. O fato é que a nova logo se assemelha E MUITO à espiral projetada nos céus da Noruega, e isso é um fato. Mandei um e-mail para Sega, mas não obtive respostas até o fechamento desse post (rs).

Agora é aguardar! Eu, como fan da Sega desde o Mega Drive, aguardo ansioso pela divulgação oficial do Game! (será efeito das mensagens subliminares? omg).  Vou agora mesmo denunciar o fato para a ONG Mensagens Subliminares. Se quiserem ajudar, agradeço! Abraço!


Magia do Caos – Uma brincadeira Style

Dezembro 5, 2009

Parta do seguinte pressuposto: Cada movimento seu influencia o mundo de uma forma significativa. Seus pensamentos e suas ações, por menores que sejam, podem mudar o rumo da Terra e de seus habitantes. Está tudo em contato, e todos elementos dessa salada de frutas funcionam como  peças de dominós enfileirados. A movimentação do primeira peça influência na estabilidade de todas as outras, até a última. (Vídeo ilustrativo)

O fato de você ter comido peixe no almoço, ao invés de carne de porco, pode ter evitado uma terceira guerra mundial… ou dado motivos para se começar uma! O.O

Mas isso não é razão para pânico! Todo mundo faz isso, todos os organismos vivos e não vivos se influenciam mutuamente através de suas ações e pensamentos – ou falta de ações e pensamentos, no caso de uma pedra .
Todos somos peças desse grande quebra cabeça que é a vida (!). A diferença está nas intenções (ou falta delas) em cada ação do nosso dia-a-dia. Ou você comeu peixe de propósito pra causar a terceira guerra mundial? SOCORRO UM MAGISTA!

MAGISTA?

Sim. Magia é a arte de provocar mudanças de acordo com a Vontade. Então, se você comeu peixe querendo causar a terceira guerra mundial, parabéns! Você é um magista. (você não fez isso, certo?)

MAGIA DO CAOS KD?

Depois de séculos fazendo as coisas do mesmo jeito, os magos antigos cansaram de ficar procurando rãs no brejo e aranhas no porão. Essas coisas eram muito chatas e nojentas de se achar. Também decidiram largar aqueles chapéus pontiagudos, que além de tudo eram ridículos. Então eles criaram um outro tipo de magia, que usa a base dos livros antigos, mas a bagagem cultural do magista. Nasceu assim a magia do Caos.

A magia do Caos se baseia em resutados. Se em um dia você comeu peixe pra causar uma guerra, e no dia seguinte Obama falou que devemos matar uns aos outros… cara, você é um filho da puta! Sim, foi você, seu bruxo sujo! PEGUEM ELE!

“Fake it until you make it” é uma frase muito usada para descrever esse tipo de ação: Falseie isso, até conseguir isso. O truque é você acreditar no que está fazendo, se não estará perdendo tempo (a não ser que esteja se divertindo no processo. Have fun!). Quem viu o filme chave-mestra já deve ter esse conceito em mente. Quem leu nosso primeiro post, “Da crença em todas as coisas”, também.

ME ENCINA PFV

Ok. Não sou fodão nisso, mas já que comecei a falar…
Pra fazer magia do caos você pode inventar um ritual qualquer. Se você conseguir acreditar que assoviar e chupar cana vai trazer seu amor de volta, beleza! Mas o seu grau de abstração da realidade tem que ser muito grande pra conseguir isso.
Por isso é bom seguir uma base para conseguir enganar seu cérebro e tornar seu intento uma verdade. Um processo fácil de se aprender e muito usado é o do Sigilo.

SIGILOS  – RECEITA DO DIA

1- Escreva seu intento.Vamos abandonar o exemplo da terceira guerra mundial, ok? É muito perigoso.Vamos supor que você quer que o Botafogo não caia para a segunda divisão do Brasileirão. Escreva a frase de forma clara para que não haja dúvidas de interpretação, como nas piadas clássicas com gênios da lâmpada:

“QUERO QUE O BOTAFOGO NÃO CAIA PARA A SEGUNDA DIVISÃO DO CAMPEONATO BRASILEIRO.”

2- Agora, elimine as letras repetidas e reescreva a frase. Separe:

“QUERIOBTAFGNCPSDVML”

3- Junte todas essas letras, tentando criar um símbolo com elas:

4- MEODEOS QUE BAGUNÇA!

Calma! Agora ataque de designer! Tente transformar essa bagaça em algo parecido com um símbolo mágico! Ou na melhor das hipóteses, uma logo de uma loja esotérica feita pelo seu sobrinho de 5 anos. Separe:

5-    Dá pro gasto! Agora você tem um símbolo (Sigilo) que representa seu intento. Uma forma criada através da sua vontade. Bacana! Agora é hora de lançar o sigilo.

LANÇANDO UM SIGILO:

Você tem em suas mãos um símbolo mágico criado por você, botafoguense, que não quer ver seu time do coração na segunda divisão. Ele foi feito com paixão e amor ao clube.
Deixando a brincadeira de lado, seja qual for seu objetivo, você deve colocar o máximo de vontade no símbolo, enquanto o estiver construindo. u.u

Depois do sigilo pronto, esqueça seu objetivo! O Sigilo já está feito, consumado em uma folha de papel, ou no monitor. Concentre-se em suas formas e abstraia o resto. Visualize o símbolo.. Esqueça o botafogo, a terceira guerra mundial, e tudo o mais.
Esse é o processo de lançar o Sigilo: Meditar sobre o símbolo criado. Isso pode ser feito acompanhado de outras atividades, mas nada que o distraia do sigilo. u.u

BANIMENTO! O.O’

“Você heim, quem diria, fazendo magiquinha! UHAuhauhauhauhuhAuah!”
Essa é a melhor forma de se terminar um ritual de magia do caos. RINDO!

É a fase do banimento, onde você deve encerrar o ato mágico e continuar vivendo a vida. É preciso “esquecer” o que acabou de fazer, e deixar o Caos fazer sua parte. É como lançar um pombo correio: Pode saber que ele saberá o caminho e vai voltar lhe trazendo a resposta – se estiver bem treinado.

Rir não é a única forma de fazer o banimento. Não há uma forma correta. Simplesmente deixe de lado o que acabou de fazer, e vá jogar vídeo-game.

E DÁ CERTO?

Depende. Se você fez direito, dá. Se fez errado, não.
Se você perde algo, pede pra São Longuinho e logo depois acha o que havia perdido, foi São Longuinho que o ajudou?  Como diria o pensador do século, @oclebermachado: TALVEZ. O Caio pode achar que sim, o Rizek que não. Mas as pessoas dão 3 pulinhos mesmo assim? FASCINANTE.
Deixo o Sigilo do Botafogo como presente pra humanidade. Quem quiser fazer o uso dele, POR FAVOR, fique a vontade.
Grato.

Links externos:

Comunidade Magia do Caos no Orkut – como tem gente doida neste mundo

Caos – O jogo

Ótimo vídeo pra banimento:  Tiririca, Ora menino!

Dell Debio: Teoria da Magia parteI e parteII

***** UPDATE:

OPA! 5 PULINHOS! Botafogo continua na primeirona e nós demos uma forcinha! DÁ-LHE!!!!!

<!–[if !mso]> <! st1\:*{behavior:url(#ieooui) } –>

Parta do seguinte pressuposto: Cada movimento seu influencia o mundo de uma forma significativa. Seus pensamentos e suas ações, por menores que sejam, podem mudar o rumo da Terra e de seus habitantes. Está tudo em contato, e todos elementos dessa salada de frutas funcionam como  peças de dominós enfileirados. A movimentação do primeira peça influência na estabilidade de todas as outras, até a última. (Cena ilustrativa)

O fato de você ter comido peixe no almoço, ao invés de carne de porco, pode ter evitado uma terceira guerra mundial… ou dado motivos para se começar uma! O.O

Mas isso não é razão para pânico! Todo mundo faz isso, todos os organismos vivos e não vivos se influenciam mutuamente através de suas ações e pensamentos – ou falta de ações e pensamentos, no caso de uma pedra por exemplo.

Todos somos peças desse grande quebra cabeça que é a vida (!). A diferença está nas intenções (ou falta delas) em cada ação do nosso dia-a-dia. Ou você comeu peixe de propósito pra causar a terceira guerra mundial? SOCORRO UM MAGISTA!

MAGISTA?

Sim. Magia é a arte de provocar mudanças de acordo com a Vontade. Então, se você comeu peixe querendo causar a terceira guerra mundial, parabéns! Você é um magista. (você não fez isso, certo?)

MAGIA DO CAOS KD?

Depois de séculos fazendo as coisas do mesmo jeito, os magos antigos cansaram de ficar procurando rãs no brejo e aranhas no porão. Essas coisas eram muito chatas e nojentas de se achar. Também decidiram largar aqueles chapéus pontiagudos, que além de tudo eram ridículos. Então eles criaram um outro tipo de magia, que usa a base dos livros antigos, mas a bagagem cultural do magista. Nasceu assim a magia do caos.

A magia do Caos se baseia em resutados. Se em um dia você comeu peixe pra causar uma guerra, e no dia seguinte Obama falou que devemos matar uns aos outros… cara, você é um filho da puta! Sim, foi você, seu bruxo sujo! PEGUEM ELE!

“Fake it until you make it” é uma frase muito usada para descrever esse tipo de ação: Falseie isso, até conseguir isso. O truque é você acreditar no que está fazendo, se não estará perdendo tempo (a não ser que esteja se divertindo no processo. Have fun!). Quem viu o filme chave-mestra já deve ter esse conceito em mente. Quem leu nosso primeiro post, “Da crença em todas as coisas”, também.

ME ENCINA PFV

Ok. Não sou fodão nisso, mas já que comecei a falar…

Pra fazer magia do caos você pode inventar um ritual qualquer. Se você conseguir acreditar que assoviar e chupar cana vai trazer seu amor de volta, ok! Mas o seu grau de abstração da realidade tem que ser muito grande pra conseguir isso.

Por isso é bom seguir uma base para conseguir enganar seu cérebro e tornar seu intento uma verdade. Um processo fácil de se aprender e muito usado é o do Sigilo. Vamos lá:

1- Escreva seu intento.Vamos abandonar o exemplo da terceira guerra mundial, ok? É muito perigoso.Vamos supor que você quer que o Botafogo não caia para a segunda divisão do Brasileirão. Escreva a frase de forma clara para que não haja dúvidas de interpretação, como nas piadas clássicas com gênios da lâmpada:

“QUERO QUE O BOTAFOGO NÃO CAIA PARA A SEGUNDA DIVISÃO DO CAMPEONATO BRASILEIRO.”

2- Agora, elimine as letras repetidas e reescreva a frase. Separe:

“QUERIOBTAFGNCPSDVML”

3- Junte todas essas letras, tentando criar um símbolo com elas:

4- MEODEOS QUE BAGUNÇA!

Calma! Agora ataque de designer! Tente transformar essa bagaça em algo parecido com um símbolo mágico! Ou na melhor das hipóteses, uma logo de uma loja esotérica feita pelo seu sobrinho de 5 anos. Separe:

5- Pronto. Agora você tem um símbolo (Sigilo) que representa seu intento. Uma forma criada através da sua vontade. Bacana! Agora é hora de lançar o sigilo.

LANÇANDO UM SIGILO:

Você tem em suas mãos um símbolo mágico criado por você, botafoguense, que não quer ver seu time do coração na segunda divisão. Ele foi feito com paixão e amor ao clube.

Deixando a brincadeira de lado, seja qual for seu objetivo, você deve colocar o máximo de vontade no símbolo, enquanto o estiver construindo. u.u

Depois do sigilo pronto, esqueça seu objetivo! O Sigilo já está feito, consumado em uma folha de papel, ou no monitor. Concentre-se em suas formas e abstraia o resto. Visualize o símbolo.. Esqueça o botafogo, a terceira guerra mundial, e tudo o mais.

Esse é o processo de lançar o Sigilo: Meditar sobre o símbolo criado. Isso pode ser feito acompanhado de outras atividades, mas nada que o distraia do sigilo. u.u

BANIMENTO! O.O’

“Você heim, quem diria, fazendo magiquinha! UHAuhauhauhauhuhAuah!”

Essa é a melhor forma de se terminar um ritual de magia do caos. RINDO!

É a fase do banimento, onde você deve encerrar o ato mágico e continuar vivendo a vida. É preciso “esquecer” o que acabou de fazer, e deixar o Caos fazer sua parte. É como lançar um pombo correio: Pode saber que ele saberá o caminho e vai voltar lhe trazendo a resposta – se estiver bem treinado.

Rir não é a única forma de fazer o banimento. Não há uma forma correta. Simplesmente deixe de lado o que acabou de fazer, e vá jogar vídeo-game.

E DÁ CERTO?

Depende. Se você fez direito, dá. Se fez errado, não.

Se você perde algo, pede pra São Longuinho e logo depois acha o que havia perdido, foi São Longuinho que o ajudou?  Como diria o pensador do século, @oclebermachado: TALVEZ. O Caio pode achar que sim, o Rizek que não. Mas as pessoas dão 3 pulinhos mesmo assim. FASCINANTE.

Deixo o Sigilo do Botafogo como presente pra humanidade. Quem quiser fazer o uso dele, POR FAVOR, fique a vontade.

Grato.

Links externos: Comunidade Magia do Caos no Orkut

Caos – O jogo

Ótimo vídeo pra banimento: Tiririca


O Jogo (perdi): Técnicas avançadas

Setembro 8, 2009
WARNING! If you are reading this, then this warning is for you. Every word you read of this useless fine print is another second of your life. Don’t you have other things to do? Is your life so empty you can’t honestly think of a better way to spend these moments? Or are you so impressed by authority that you give respect and credence to all who demand it? Do you read everything you’re supposed to read? Do you think everything you’re supposed to think? Buy what you’re told you should want? Get out of your apartment. Meet a member of the opposite sex. Stop the excessive shopping and masturbation. Quit your job, start a fight, prove you’re alive. If you don’t claim your humanity, you will become a statistic. You have been warned. ~ Tyler”

Tradução:

ATENÇÃO! Ao continuar lendo esse post, você estará participando automaticamente de um jogo psicológico que vai te perseguir pelo resto da sua vida. Você foi avisado.

O Jogo começou de alguma forma, em algum lugar e em algum momento histórico. Todos esses quesitos são simplesmente irrelevantes. Fodam-se eles. Não queremos estragar tudo ao descobrir ele que foi inventado por uma criança de 5 anos com problemas mentais que vivia na no ano de 2323. Sim, ele veio do futuro. Não, eu não contei isso pra vocês (barulho de flash e clarão vermelho).

Bom, estavamos falando do Jogo. Ninguém criou o Jogo. Ele era uma  partícula pequenininha, menor do que a ponta de uma agulha, que ficou muito densa e explodiu, foi isso… Vamos as regras do Jogo:

1)     Se você conhece O Jogo, está jogando automaticamente pelo resto da sua vida (ou não-vida, se você for um vampiro)

2)     Sempre que você lembrar do Jogo, você perde. Não há como ganhar O Jogo.

3)     Sempre que você perder, você deve anunciar a derrota.

4)     Quando perder, você ainda pode se lembrar do Jogo durante 30 minutos, sem perder. Depois disso, O Jogo volta a valer.

Segundo especialistas, pessoas com alzheimer são as melhores competidoras do Jogo, mas isso não passa de uma grande piada de mal gosto.

A forma clássica de anunciar a derrota é simplesmente falando “Perdi O Jogo” em voz alta. Por isso, conte a todos sobre O Jogo para que todos percam juntos (hehe).

Além dessa forma, existem outros métodos mais divertidos para você anunciar a derrota:

MÉTODOS AVANÇADOS


paper1

Pixo

camisa

button

Lost

Tente sempre utilizar os métodos que façam o adversário lembrar sempre do jogo, e você não. Pichando o muro da casa dele, por exemplo. Toda manhã ele vai perder O Jogo. Não é demais???

Além disso, você pode apelar para o psicológico. Li em um fórum gringo que uma tática boa é tentar induzir o adversário a perder O Jogo sempre que ele ver alguma coisa ou estiver em alguma situação específica. Por exemplo, fale para ele o seguinte:

“Sempre que você for durmir e olhar pra cama, você vai lembrar do jogo! RÁ!”

O perigo é o feitiço voltar contra o feiticeiro, e você começar a lembrar do Jogo sempre que for durmir (FUUUUUUUUUU-)

Outra coisa que você pode fazer é alguma montagem idiota, como a da Pegadinha do Malandro, e enviar para seus amigos como se fosse alguma coisa bem bacana. Exemplo:

“Eae cara, blz? Sente que gostosa aquela mina da facul, meu: www.orkut.com/minagostosadafacu

Pronto. Agora é só expalhar O Jogo entre seus amigos e se divertir. Eles vão te achar retardado, mas no dia seguinte estarão anunciando feito idiotas: PERDI O JOGO!

INSTANT UPDATE: Dia 09/09/09 é Lost the Game Day. Fizeram até trailler pra parada no Youtube.

INSTANT UPDATE 2: Você também pode perde O Jogo via twitter. A tag mais usada é #ojogo. Se você quiser perder #ojogo pelo menos uma vez ao dia,  ME SIGA.


Da liberdade dos Anões de Jardim

Agosto 17, 2009

Vou contar um fato que aconteceu esse fim de semana. Ele envolve anões de jardim, uma carta, e uma garrafa de tequila José Cuervo (se isso não prender a atenção de vocês, não sei mais o que prenderia).

Bom, estava saindo de casa, e vi o anão de jardim que eu tinha rou… pegado emprestado certa vez de um hotel fazenda. Ele estava num canto do quarto, meio cabisbaixo, com cara de desanimado (era o soneca) e decidi que estava na hora de libertar o coitado. No começo quase desisti, porque o anão era pesado pra porra, mas decidi seguir em frente. Minha idéia era simplesmente deixar a estátua no centro da cidade. No caminho, eu, minha namorada e meu irmão decidimos escrever uma carta, para encrementar mais a parada, e deixa-la junto do soneca. Ela dizia mais ou menos isso:

Soneca

Boa viagem, Soneca!

“Caro humano, Eu sou novo na cidade e gostaria de conhecê-la. Como só crio vida quando não há ninguém olhando, fica difícil me locomover. Por isso peço sua ajuda em minha jornada. Se me encontrar, me leve pra algum lugar que ache agradável e de movimento. Mas atenção: Não me aprisione!”.

Deixamos ele numa das avenidas mais movimentadas de Juiz de Fora/MG, a avenida Independência (o nome por acaso tem tudo a ver com a situação, mas só me toquei agora). Deixamos ele no canteiro central, e colocamos a carta embaixo. Confesso que ficou bem engraçada a situação toda. Saímos e fomos pro bar tomar uma, já que era aniversário do meu irmão. Chegando lá, a primeira coisa que vimos: Um anão de jardim do lado da geladeira da Skol! Aquilo assustou um pouco, e combinamos de liberta-lo no fim do dia. Conversa vai, conversa vem, decidi comprar uma garrafa de tequila de presente pro meu irmão. No caminho do bar até a loja, vimos mais 2 anões de jardim, dentro de um terreno baldio. Todos ficamos de olhos arregalados e, mais uma vez, prometemos liberta-los no final da noite. Passou um pouco, mudamos de assunto. Perguntei ao meu irmão qual era a melhor tequila, no que ele respondeu “José Cuervo”. Não deu nem um minuto, estávamos na porta de uma mercearia que tinha um banner gigante na entrada: “PROMOÇÃO: JOSÉ CUERVO R$50”. Uma garrafa dessas passa de 70 conto fácil. Na mesma hora associamos uma coisa a outra: O soneca tinha nos presenteado devido a sua gratidão! Pode não ter sido a conclusão mais óbvia, mas com certeza foi a mais engraçada. Quando voltamos para casa, Felizes & Bêbados (Ari), passamos no canteiro e o Soneca não estava mais lá. No mesmo dia contamos a história ao meu pai, no ele diz “Ah, então por isso tinha dois caras às 21h tirando foto com um anão na av. Independência!” E não, não eram eu e meu irmão, por mais bêbados que estivéssemos. Só se roubamos alguma câmera digital no meio do caminho.

Resumo da história: Dois camaradas viram o anão, tiraram foto, e levaram ele pra algum lugar (Espero que não para a casa deles). Acabou que esquecemos os outros 3 anões, mas a sua liberdade só foi adiada. Imaginem o tanto de Presentes de Gratidão que devem render 3 anões de jardim!!!

Para ver mais:

Frente de libertação dos anões de jardim

– Assistam o filme “O Fabuloso Destino de Amélie Poulain”. A idéia foi inspirada no longa.




Rápido intervalo

Julho 8, 2009

Uma pequena pausa nos textos.

Decidi postar um dos vídeos mais inspiradores que já vi. Não, não é como aqueles textos melosos que você recebe por e-mail ou aqueles Power Points motivacionais (ARGH!). Assista e verá.

DANCE, MONKEYS, DANCE!

Pra finalizar uma tirinha do maravilhoso blog Um Sábado Qualquer.

Vale a pena passar lá e ler desde a primeira.

tira

Li em algum lugar “Por favor, não popularizem o termo ‘Genial’ “, mas esse merece: GENIAL!!!!!